PUBLICAR NO PORTAL | ANUNCIE
 
Biblioteca
Abastecimento de Água
Bioenergia
Caldeira
Cursos & Eventos
Desmineralização
Hidrografia / Hidrologia
LEED / Green Building
Legislação
Meio Ambiente
Membranas Filtrantes
Metodologias de Análises
Projeto e Consultoria
Resíduos Sólidos
Reúso de Água
Saneamento
Tratamento de Água
Tratamento de Chorume
Tratamento de Efluentes
Tratamento de Esgoto
Zeólitas
  MAPA DO SITE | Home / Notícias / Governo de SP recebe...

13/03/2014 13:55:24
Governo de SP recebe laudo de testes para despoluir Rio Pinheiros

Publicado por http://www.agsolve.com.br/
Compartilhar
Publicidade  
 Seis empresas usaram diferentes tecnologias para viabilizar projeto. Com base nos dados, Alckmin deve escolher a técnica que será utilizada

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), recebeu nesta quarta-feira (12) os laudos com os resultados dos testes feitos por seis empresas para despoluir o Rio Pinheiros. As novas tecnologias utilizadas conseguiram retirar uma parte dos poluentes, informou o SPTV.

Durante um mês, seis empresas fizeram testes nas margens do Rio Pinheiros. Cada uma usou um canal para mostrar com que tecnologia o rio poderia ficar mais limpo. Agora, cabe ao governador decidir qual técnica que deverá utilizar daqui para frente. A secretaria Estadual do Meio Ambiente já adiantou que todas as empresas conseguiram bons resultados. Os testes melhoraram a quantidade de oxigênio na água, e reduziram o mau cheiro e a espuma branca.

“Agora nós entregamos este resultado para o grupo que tá discutindo a despoluição dos rios na região metropolitana para que eles possam analisar o custo, qual a tecnologia vai ser utilizada, qual o critério a ser utilizado ou quem sabe até mesmo um mix dessas tecnologias”, afirma Bruno Covas, secretário estadual do Meio Ambiente.

Um das tecnologias testadas foi a flotação. Esse sistema já foi tentado no rio por dez anos, mas não deu certo em larga escala. Nele, produtos químicos juntam a sujeira, que sobe à superfície em forma de um lodo, facilitando a retirada da água. Desta vez, o teste feito nessa piscina de plástico conseguiu limpar a água morta do Rio Pinheiros.

A quantidade é pouca, mas ficou tão limpa que deu pra improvisar um aquário com algumas tilápias. Os outros sistemas testados usaram bactérias que se alimentam da poluição.

“Com a presença de oxigênio na água você permite que se inicie um ciclo positivo de autodepuração das águas. Recuperando o rio pela própria capacidade que a natureza tem de fazer isso”, defende Stela Goldenstein, diretora da ONG Águas Claras.

Fonte: G1 São Paulo



Compartilhar
Clique aqui e comente


Mais Informações sobre o assunto

Mais notícias

B&F Dias anuncia parceria com NICSA S/A Indústria e Comércio de Válvulas
A B&F Dias conta com vários distribui...
B&F Dias adquire nova sede e iniciará obras em 2015
A B&F DIAS adquiriu, recentemente, um...
Especialistas de vários países admitem crise de água
Especialistas de vários países reconh...
Seca faz crescer a procura pela perfuração de poços no Alto Tietê
O medo de ficar sem água faz crescer ...
Volume de água do Cantareira chega a 9,4%
Em quedas sucessivas há 10 dias, o vo...
 
Busca avançada
 
Nota:  até 
 
Impressões:  até 
 
Publicada entre:
 até 
 
 
 

Comentário:


 

Av. do Café, 130, salas 33 e 34
São Paulo - SP - CEP: 04311-000
Tel.: (11) 3473.1207 / (11) 3562.0436
Acompanhe o portal nas redes sociais.