Biblioteca

Cisternas rurais: viabilidade econômica e percepção de agricultores do município de Palotina-PR

Resumo

Este estudo objetiva avaliar a viabilidade econômica e a percepção dos agricultores da Linha Salette no município de Palotina-PR em relação à instalação de uma cisterna rural. Com uma abordagem quantitativa, este trabalho constituí-se em três etapas de pesquisa desenvolvidas no período de maio a julho de 2016: dimensionamento da cisterna para a propriedade pesquisada, análise de investimento do projeto e avaliação da percepção dos agricultores em relação à instalação de uma cisterna. Para determinar o dimensionamento da capacidade de captação e armazenamento da água da chuva utilizou-se o método de Rippl apresentado por Tomaz (2003). Para análise da viabilidade econômica utilizou-se o Valor Presente Líquido, Taxa Interna de Retorno e payback e para avaliar a percepção dos agricultores utilizou-se a aplicação de questionários aos 15 agricultores da comunidade pesquisada. Como resultado observou-se que a instalação de uma cisterna na propriedade estudada não apresentou oportunidade econômica, no entanto a execução do projeto pode ser considerada com maior impacto na variável ambiental, como uma fonte alternativa de água no meio rural que pode contribuir com a preservação da água potável disponível, sendo essa destinada apenas para fins nobres, como o consumo humano.

Introdução

A escassez de água potável é um dos graves problemas enfrentados pela humanidade. Apesar da situação emergencial, o uso desordenado, o desperdício e o crescimento da demanda são fatores que contribuem para intensificar o problema recorrente de falta de água que pode comprometer com a sobrevivência dos seres vivos (TOMAZ, 2003).

Em meio a esses fatores, Moreira et al. (2016) elucidam os conflitos recorrentes da disputa pela água, que em países latino-americanos como o Brasil, são estabelecidos entre classes antagônicas: latifundiários e camponeses e entre os detentores do controle e poder sobre a àgua e a população que não tem acesso à esse recurso natural imprescindível para a vida.

Considerando a problemática envolvendo a água Gao, Kim e Lee (2014), apontam a necessidade de diversificação de fontes para suprir as necessidades provenientes do aumento da demanda e consequências decorrentes das mudanças climáticas que impactam na imprevisibilidade de disponibilidade das fontes comuns.

Dentre as iniciativas que visam a gestão adequada desse recurso natural, Helmreich e Horn (2009) evidenciam o potencial da utilização da água da chuva como fonte de água potável, principalmente em regiões onde a intensidade de precipitação é favorável ao armazenamento. Essa fonte alternativa de água tornou-se mais popular para uso doméstico, no entanto a falta de acesso à água potável nas áreas rurais tem instigado a prática de coleta de água da chuva para suprir as necessidades tanto domésticas como produtivas (STURM et al., 2009).

Contudo, o aproveitamento de água da chuva em áreas rurais não se restringe a regiões com escassez desse recurso, essa prática apresenta outras inúmeras vantagens, tanto para o consumidor quanto para o meio ambiente, além de suprir a falta de água em períodos de estiagem (OLIVEIRA et al., 2012).

Considerando o impacto positivo que a prática do reaproveitamento de água pluvial no meio rural pode propiciar tanto para o produtor quanto para o meio ambiente, define-se a seguinte questão de pesquisa: Qual a viabilidade econômica e a percepção dos agricultores da Linha Salette no município de Palotina-PR em relação à implantação de uma cisterna rural?

A partir da questão de pesquisa, este trabalho objetiva avaliar a viabilidade econômica e a percepção dos agricultores da Linha Salette no município de Palotina-PR em relação à instalação de uma cisterna rural. Além disso, o estudo tem como objetivos específicos dimensionar o volume ideal de uma cisterna para atender a demanda da propriedade em estudo e identificar o tipo de cisterna adequado para uso na propriedade.

Além da abordagem econômica, este estudo foi motivado pela variável ambiental especificamente pela importância da conservação da água, que deve ser considerada por todos que utilizam esse recurso, principalmente em larga escala como os produtores rurais. Dessa forma, como resultado desse estudo espera-se difundir o uso de fontes alternativas de água no meio rural, através de captação de águas pluviais.

Na próxima seção apresenta-se a fundamentação teórica que embasou este estudo, a qual compreende uma revisão sobre a sustentabilidade ambiental e a importância da água, sistemas de aproveitamento de águas pluviais, bem como estudos realizados na área. Por conseguinte, apresentam-se os materiais e métodos que delinearam a realização desse estudo, seguidos dos resultados e discussões da pesquisa. Por fim, são apresentadas as considerações finais decorrentes do estudo.

Autores: Vanessa Gleica Cantú Gris; Geysler Rogis Flor Bertolini e Jerry Adriani Johann.

cisternas-rurais