Notícias

Hidrogel de polímero zwitteriônico repele vírus em pesquisa sobre reúso

Publicado em 20/04/2017 às 08:09:37

O hidrogel foi enxertado em uma membrana comercial de ultrafiltração

 

hidrogel-reuso-0417

 

Pesquisadores da Ben-Gurion University of the Negev (BGU) e da University of Illinois at Urbana-Champaign (UIUC), desenvolveram uma nova membrana de ultrafiltração que melhora a remoção de vírus dos efluentes municipais tratados.

O Professor Moshe Herzberg do Departamento de Dessalinização e Tratamento de Água do Instituto Zuckerberg para Pesquisa da Água, BGU, e o seu grupo, enxertaram um revestimento de hidrogel em uma membrana de ultrafiltração comercial. O hidrogel de polímero zwitteriônico repele os vírus de se aproximar e passar pela membrana.

Ele contém cargas positivas e negativas e melhora a eficiência pelo enfraquecimento da acumulação de vírus na superfície modificada do filtro. O resultado foi uma significativamente alta taxa de remoção dos vírus transportados pela água, incluindo os norovírus e adenovírus humanos.

Herzberg e a sua estudante, Maria Piatkovsky, trabalharam em colaboração com o Professor Thanh Nguyen e sua estudante, Ruiqing Lu, do Departamento de Engenharia Química, UIUC, e com o Professor Mathias Ulbricht, chefe da cadeira de química técnica II, na Universidade de Duisburg em Essen na Alemanha.

“Utilizar uma simples polimerização de enxerto em membranas comerciais para tornar a remoção de vírus mais abrangente, é um desenvolvimento promissor para controlar a filtração de patógenos no reúso potável da água”, disse o Professor Nguyen.

A pesquisa colaborativa foi publicada na edição atual da Water Research.

Fonte: Desalination Biz, adaptado por Portal Tratamento de Água – www.tratamentodeagua.com.br